Segunda - Sexta : 07:30 - 20:30 Hs
contato@endometriosesp.com.br
(11) 2155-8100

Cuide-se

14
nov

A endometriose e a idade da paciente

A endometriose apresenta relação importante com a idade, limitada principalmente ao período entre a primeira e a última menstruação (menacme). Apesar de existirem relatos de casos de endometriose em mulheres que nunca menstruaram e naquelas que já estão na menopausa, a grande maioria dos estudos demonstra forte associação entre endometriose e idade reprodutiva.

Em 1999, dois autores (Propst e Laufer) demonstraram que 50% das adolescentes que sofrem com cólicas menstruais, e não melhoram após tratamento especializado, são diagnosticadas com endometriose.

Alguns anos atrás, vários autores acreditavam, equivocadamente, que a idade de maior risco para manifestação da endometriose era aquela do momento do diagnóstico. No entanto, sabe-se atualmente que o diagnóstico definitivo (realizado através de biópsia do tecido durante um procedimento cirúrgico), pode ser protelado por vários anos.

Isto acontece por conta da grande quantidade de medicamentos à disposição e que, indiretamente, por melhorarem os sintomas da doença, retardam a obtenção do diagnóstico definitivo. Alguns autores chegaram a mostrar que o intervalo entre o início dos sintomas e o diagnóstico conclusivo da endometriose pode variar de 8 a 10 anos.